Iniciativas Iniciativas Procura de parceiros
 

Iniciativa - mais informação
parceiro responsável pela parceriaISA - Instituto Superior de Agronomia
Designação da parceriaEvolCork - Evolução da qualidade industrial da cortiça no ciclo produtivo do sobreiro: da cortiça virgem às cortiças amadias
Iniciativa a desenvolverEstudo da evolução da qualidade industrial da cortiça ao longo do ciclo produtivo, em relação com variáveis edafoclimáticas da árvore, incluindo a caracterização da cortiça virgem para a avaliação precoce da qualidade da cortiça em árvores jovens
Parceiros
Prioridade TemáticaMelhoria da gestão dos sistemas agroflorestrais
Domínios
NUTS IPortugal Continental
Identificação do problema ou oportunidadeAs preocupações do setor de produção de cortiça não se limitam à quantidade de material extraído na área de montado, mas de modo crescente estendem-se à qualidade da cortiça, uma vez que esta condiciona o preço de venda e a utilização por parte da indústria, nomeadamente para a produção de rolha natural. Os dados da fileira mostram nos últimos anos um aumento da percentagem de cortiças de classes de qualidade industrial inferior e uma diminuição da quantidade de cortiça de classes de qualidade superior. Por outro lado, nas novas plantações de sobreiro é frequente a realização de desbastes sistemáticos em vez de seletivos, existindo por parte dos gestores e proprietários florestais uma preocupação crescente com a possibilidade de se eliminarem árvores produtoras de boa cortiça e manterem outras produtoras de pior cortiça.

São escassos os estudos sobre a relação da qualidade da cortiça com fatores edafoclimáticos e com as características da árvore e povoamento, entre outros. Por outro lado, os estudos que existem avaliaram a qualidade da cortiça ao nível do povoamento ou da árvore, considerando apenas a cortiça produzida num novénio, não se conhecendo o modo como se faz a sua evolução ao longo do ciclo produtivo, em sucessivas tiradas. Quanto aos desbastes de povoamentos jovens não existem estudos sobre as características da cortiça virgem nem a sua relação com as da cortiça amadia.
Objetivos visados O grupo operacional EvolCork propõem-se estudar a evolução qualidade da cortiça, desde a cortiça virgem à cortiça amadia produzida em tiradas sucessivas, e a sua relação com diversas variáveis edafoclimáticas e da árvore. Os seus objetivos são:
A) Contribuir para a avaliação precoce da qualidade industrial da cortiça
o Estudar, na árvore individual, a possível relação das variáveis determinantes para a classificação da qualidade (calibre e porosidade) entre a cortiça virgem, secundeira e a cortiça amadia, ao nível da árvore individual
o Estabelecer relações que possam, ao nível da árvore individual, ser utilizadas para estimar a qualidade potencial da cortiça amadia a partir da cortiça virgem ao nível da árvore individual
o Estabelecer recomendações técnicas para a seleção de árvores a sair em desbastes de povoamentos jovens de sobreiro
B) Estudar a evolução da qualidade industrial da cortiça ao longo do ciclo produtivo da árvore (fatores ambientais e/ou genéticos)
o Estudar, na árvore individual, a evolução da qualidade industrial e do calibre da cortiça ao longo do ciclo produtivo, e a sua relação com diversas variáveis da árvore e edafoclimáticas.
o Estudar, ao nível da árvore individual, a evolução da porosidade da cortiça ao longo do ciclo de produção da árvore e a relação desta com diversas variáveis da árvore e edafoclimáticas
o Para alguns dos povoamentos inseridos na rede de parcelas permanentes, tendo por base o histórico de 2 ou 3 tiradas de cortiça, identificar árvores produtoras de cortiça com boa qualidade tecnológica e mais resilientes a condições de seca.
C) Contribuir para promover o aumento da qualidade da matéria-prima cortiça produzida ao nível local, regional e nacional
D) Promover a disseminação e demonstração dos resultados junto dos utilizadores do conhecimento, nomeadamente associações de produtores florestais, gestores e proprietários privados e públicos etc.
Tipologia de resultados a atingir e potenciais beneficiáriosSão esperados os seguintes resultados:
• Criação de uma base de dados contendo séries de crescimento anual da cortiça, entre 18 e 36 anos, propriedades físicas da cortiça (porosidade e densidade) e qualidade industrial. Estes dados serão relacionados a dados climáticos e de características de solo. Beneficiários: instituições de I&D dedicadas à área agroflorestal, modelação, alterações climáticas etc.
• Brochura com recomendações técnicas para a identificação de árvores produtoras de cortiça de qualidade e mais resistentes a eventos de seca. Beneficiários: parceiros do EvolCork, proprietários e gestores privados e públicos dedicados ao setor da produção de cortiça
• Brochura com recomendações técnicas relativas à periodicidade, técnicas e intensidade de extração da cortiça. Beneficiários: parceiros do EvolCork, proprietários e gestores privados e públicos dedicados ao setor da produção de cortiça
• Brochura com recomendações técnicas para a seleção de árvores jovens a sair em desbaste. Beneficiários: parceiros do EvolCork, proprietários e gestores privados e públicos dedicados ao setor da produção de cortiça
• Três a cinco relatórios sumários referentes às reuniões de demonstração técnica realizadas. Beneficiários: parceiros do EvolCork
• Relatório final. Beneficiários: parceiros do EvolCork, proprietários e gestores privados e públicos dedicados ao setor da produção de cortiça, público em geral
• Mínimo de três notícias em newsletters (e.g. UNAC, Instituto Superior de Agronomia, European Agroforestry Federation, European Forest Institute, Rede Rural Nacional…) e/ou revistas técnicas (Ordem dos Engenheiros, ANEFA, Rede Rural Nacional…)
• Mínimo de três publicações em revistas com arbitragem científica. Beneficiários: parceiros do EvolCork, proprietários e gestores privados e públicos dedicados ao setor da produção de cortiça
• Um filme de curta duração de divulgação dos resultados. Beneficiários: parceiros do EvolCork, proprietários e gestores privados e públicos dedicados ao setor da produção de cortiça, público em geral
• Dois press release. Beneficiários: parceiros do EvolCork, proprietários e gestores privados e públicos dedicados ao setor da produção de cortiça, público em geral
InterlocutorJoana Amaral Paulo
MoradaInstituto Superior de Agronomia, Tapada da Ajuda
LocalidadeLisboa
Código postal1349 - 017
Telefone213653359
Iniciativa semelhanteID 366 e ID 382
  

 


Desenvolvido pela informática da DGADR
WAI-A